música

Em entrevista, Raquel Santoro conta testemunho impactante

Em entrevista, Raquel Santoro conta testemunho impactante

A cantora falou sobre o caminho de superação até lançar seu novo projeto – “Não Estou Só”

Nascida na cidade de Maringá, filha do Pr. Aparecido Paulino e Mara Cristina, irmã da dupla André e Felipe, Raquel Santoro é uma das novas apostas da música pentecostal.

A cantora, que tem um testemunho impactante, falou sobre o momento em que esteve condenada pela medicina após ter contraído uma bactéria e contou detalhes sobre o processo até chegar ao lançamento do CD “Não Estou Só”.

Confira esta emocionante entrevista:

Como foi a experiência de gravar o CD “Não Estou Só” e o que o público pode esperar deste projeto que já está disponível para venda?

A experiência foi incrível, quando estamos dentro do projeto do Mestre, todas as coisas cooperam, e foi assim que aconteceu.

Iniciamos este trabalho no fim de 2013 e finalizamos no fim de 2014. Foi uma conquista para mim, tudo saiu melhor do que eu esperava. Cada canção veio como uma resposta de Deus para a minha vida. Tenho recebido alguns testemunhos que tem edificado meu coração.

Como foi a experiência de cantar para um público de mais de 50.000 pessoas na gravação do DVD “Acelera e Pisa”, de seus irmãos, André e Felipe?

Meu coração pulsava no gogó (risos). Foi maravilhoso, parecia que Deus estava a todo momento me relembrando uma promessa que Ele me fez há alguns anos atrás.

Cantamos juntos a canção “Há Esperança”, com o coração cheio de emoção e sem dúvidas. Não tenho palavras para descrever. O que senti naquele dia foi algo do céu.

Quais as lembranças boas e ruins que você tem de sua infância e quais experiências aconteceram em sua vida, que favoreceram para que hoje você se tornasse uma mulher madura?

As experiências ruins se transformaram e coisas boas, em uma consistência para o crescimento do meu ministério e da minha casa no geral.

Me lembro que desde muito cedo estive com meus irmãos (André e Felipe) sempre nos púlpitos das Igrejas, além de campanhas e mais campanhas em montes, desde muito nova com responsabilidades e compromisso com Deus.

Passamos por muitas dificuldades financeiras, muitas humilhações e lutas de várias formas, mas vejo que tudo isso foi a vontade permissiva de Deus para nos moldar e me alegro em ver que ventos vieram de todos os lados, mas as mãos de Jesus nos mantiveram de pé, adorando com tudo o que somos e temos.

Quais são as suas referências musicais?

Eu cresci ouvindo e amando Rose Nascimento, Cassiane, Kléber Lucas, Lauriete, Diante do Trono… Mas ouço de tudo, desde canções brasileiras ao internacional. Pagode, pop, pentecostal, sertanejo… Enfim, gosto de ouvir canções que tocam meu coração.

Você teve alguma experiência com Deus que marcou a sua vida?

Sim, no ano de 2010 eu já estava casada, grávida de 7 meses, e morava na cidade de Londrina/PR. Estava dentro de um Supermercado quando comecei a passar muito mal.

Chegando ao hospital, fiz exames e havia contraído uma bactéria e ela já estava na minha corrente sanguínea. Fiquei muito mal, mas nada foge do controle e das mãos de Deus. Ali dentro comecei a dar mais a vida, nas almas e nos propósitos de Deus.

E dentro daquele quarto frio de hospital, ouvi Deus falar comigo dizendo que aquela situação não era para a minha morte, mas o recomeço da minha história. Eu já tinha gravado meu primeiro CD, o álbum “Acredite”, mas com o tempo muita coisa foi mudando em minha vida e decidi dar um tempo no meu ministério.

Na minha cabeça eu pensava que não era boa o suficiente para continuar o ministério, via tanta gente boa no caminho e não queria gravar por gravar, mas o que eu acho lindo em Deus é que Ele nos escolhe, mesmo quando pensamos que não somos capazes, mesmo quando a sociedade e a mídia dizem que não, Ele nos olha e diz “Eu estou contigo”, e Ele nos encontra em qualquer esconderijo e ainda quando pensamos que vamos nos afogar, Ele nos socorre.

Lá dentro daquele hospital Deus me deu uma nova oportunidade, e aqui estou com o CD “Não Estou Só”

Quando e como você entendeu o chamado de Deus para a sua vida?

Dentro do hospital, condenada pela medicina, Deus me visitou e me deu uma nova oportunidade, salvou minha vida e a da minha filha, e daquele dia em diante resolvi mergulhar de cabeça neste propósito.

Houve algum momento em que você pensou em desistir?

Sim, como eu disse, após ter gravado meu primeiro CD – “Acredite”, eu desisti, mas o meu Deus não havia desistido de mim, então aqui estou com muita alegria e cheia de energia para gastar tudo o que há de melhor em mim na presença do meu Deus.

Que palavra você poderia deixar para essa nova geração de adoradores?

Quer dizer a vocês que vale a pena viver intensamente para Jesus, seguindo o caminho da cruz, fazendo a diferença para essa nova geração, pois tudo nessa vida um dia vai passar e o que prevalecerá será a adoração, o louvor e a nossa comunhão junto com o Pai, Filho e Espírito Santo e os anjos. Estaremos todos um dia reunidos na cidade de Deus.

Fonte: Gospel Prime

happy wheels

Rádio Alki Page

agosto 28th, 2015

No Comments